Quem joga no computador sabe a dificuldade de executar alguns comandos complexos que os games exigem, principalmente os mais novos, com muitas opções de controles. É por conta disso que muitos gamers apelam para o uso de macros, que são configurações pré-definidas, que possibilitam soltar vários comandos ao mesmo tempo e melhorar a sua performance nos
jogos online
.

Programar macros não é nada complicado. A solução mais fácil é comprar um teclado gamer, que já vem com diversas teclas destinadas a este tipo de configuração. Aí é só selecionar quais comandos você gostaria de executar simultaneamente e escolher qual tecla representará este combo. Boa parte dos mouses gamers também conta com essa função, através de pequenos
botões localizados na lateral do equipamento.

Como fazer um macro sem ter os equipamentos profissionais

Caso você não tenha ou não esteja disposto a adquirir os periféricos específicos para jogos, não precisa se preocupar. É possível programar macros em qualquer tipo de teclado ou mouse, apesar de ser um pouquinho mais complicado. O próprio Windows disponibiliza essa função
aos usuários:

● Inicie a Central de Mouse e Teclado da Microsoft
● Escolha um botão e clique em “Macro”, logo abaixo do botão escolhido
● Digite o nome da macro
● Clique em “Editor” e execute o seu comando

Através desse método, é possível gravar pressionamentos de teclas, cliques no mouse e até mesmo o atraso entre uma ação e outra, sendo ideal para jogos que exigem o tempo certo nos comandos.

Mesmo sendo muito usual, esta função do Windows não é muito utilizada pelos gamers profissionais, que preferem usar softwares específicos para configuração de macros. Esses softwares exigem um conhecimento um pouco mais avançado, pois trabalham com códigos. O resultados, porém, são melhores, principalmente nos periféricos gamers.

Tome muito cuidado com o uso dos Macros

Utilizar macros nos jogos sempre causou muita polêmica. É fato que os jogadores se beneficiam dessa possibilidade e jogos online proíbem este tipo de configuração, por entender que desnivela os jogadores.

Alguns dos games mais competitivos e lucrativos do mundo, como CS:Go, League of Legends e Dota 2 têm uma postura muito rigorosa em relação aos usuários que utilizam este artifício. Apesar de ser muito difícil identificar se as ações são provenientes da pura habilidade ou de uma configuração pré-definida, os jogadores que utilizam macros podem ser denunciados por
outros jogadores e terem as contas suspensas ou permanentemente banidas.

Um caso muito polêmico envolvendo este assunto aconteceu em 2018, nas eliminatórias sul-americanas para o campeonato mundial de Dota 2. A equipe peruana Thunder Predator derrotou a brasileira paiN Gaming, mas os espectadores perceberam algo errado na velocidade das ações e fizeram a denúncia. No fim das contas, a equipe peruana foi punida com a
desclassificação
, e o jogador Atun, que utilizou a artimanha, acabou rechaçado por toda a comunidade gamer.

Comentários