Heróis e Anônimos narra de maneira quase confessional a história de Fernando, um jovem que decidiu viver intensamente cercado por amigos, cerveja e muita música.

herois e anonimosCapa do Livro Heróis e Anônimos

Heróis e Anônimos (Editora Multifoco, 232 páginas) retrata em primeira pessoa, a história de um jovem apaixonado por cada detalhe da vida. O livro de estreia do designer Felipe Andarilho é repleto de referências culturais que marcaram época e cada fase da vida do herói anônimo Fernando.

image05Beatles e diversos outros nomes do Rock estão nas páginas do livro

Passando por ícones do rock, como Beatles, David Bowie e Deep Purple, por games que fizeram parte da adolescência do rapaz no início dos anos 2000, fazendo parada nos clássicos Senhor dos Anéis, Clube da Luta e muitos outros. “A ideia de escrever o livro surgiu quando alguns amigos, leitores do meu blog, sugeriram fazer uma compilação de textos e criar um livro”, diz Felipe Andarilho.

image03Universo de Tolkien é uma das inspirações para Heróis e Anônimos

As influências de Felipe na escrita e na música são bem ecléticas, mas o autor assume sua preferência pela série “O Senhor dos Anéis”, do J.R.R. Tolkien, quando o assunto é Literatura. “Se eu conseguisse registrar tudo o que esses livros me fizeram imaginar, criaria uma vasta coleção de enciclopédias”. Mas Felipe ressalta a importância de outros nomes da cultura geek. “Acho que o George R.R. Martin atingiu um grande patamar na cultura pop atual graças aos livros e a série Game of Thrones. Também fui influenciado por todos os livros de Bernard Cornwell, sobretudo a série Crônicas de Artur”.

image02O Clube da Luta (livro e filme) é outra fonte de inspiração para o romance de estreia

Felipe se considera um nerd old school, “quando a nerdice ainda não tinha subgrupos. Bastava um deck de Magic, um exemplar de O Senhor dos Anéis ou um VHS do Star Wars e tudo estava certo”. Eleito seu jogo favorito, Zelda: Ocarina of Time, Felipe afirma que a série teve (e ainda tem!) grande impacto na sua vida. Chegou até a fazer uma promessa de não jogá-lo novamente até que tenha esquecido pelo menos metade do jogo. “Há 5 anos eu só tenho tido contato com Ocarina of Time por meio de sua trilha sonora”. A ideia é do autor é repetir parte da experiência que foi explorá-lo pela primeira vez quando era um garoto não muito mais velho que o herói Link. “O único problema é que ainda me lembro de exatamente tudo”, brinca Felipe.

image01A Lenda de Zelda: game está presente no livro

A sensibilidade e a entrega de Felipe ao personagem tornam a leitura agradável, objetiva e fluida. Impossível não se identificar com algumas percepções, gostos, vontades e sentimentos narrados tão abertamente por Fernando. Com prefácio de Paulão de Carvalho, da banda Velhas Virgens, o livro já conquistou a simpatia de centenas de leitores que se permitiram embarcar nessa aventura.

image04O autor Felipe Andarilho em visita à “Terra Média” na Nova Zelândia.

Felipe Andarilho  é designer, formado pelo Mackenzie e pós-graduado em Marketing pela Mauá. É especialista em Branding e Construção de Marcas pelo Senac. Atua com comunicação há 10 anos, tendo trabalhado em importantes empresas como Vetor Editora, Rede Graal, Aon e Bace Healthcare, além de prestar consultoria em marketing promocional para diversos clientes por meio de sua empresa Andarilho Design. É autor do Blog Músicas de Andarilho e colunista de música e design em diversos veículos.

Heróis e Anônimos
Felipe Andarilho
Editora Multifoco, 2015
Capa mole, 232 páginas, formato 14×21 cm.
R$ 44,00
www.musicasdeandarilho.com

 

Comentários