“A TecToy anunciou, na quarta-feira passada (11/11), que lançará um novo console de games chamado Zeebo, que deverá chegar ao mercado nacional em julho de 2009.

A principal novidade é que os jogos não terão cartuchos(o que é isso mesmo?) ou qualquer tipo de mídia física. A estratégia, segundo a empresa, é combater a pirataria desse modo: O console vai funcionar conectado com redes 3G de telefonia celular.Através dessa conexão, os usuários poderão comprar os jogos para o console como compram jogos para celular.

O console já vai trazer alguns games embutidos, como o já conhecido Quake I, que está estreando em plataformas de consoles. A idéia da TecToy é oferecer apenas jogos em português. O preço do produto ficará em torno de R$ 600. Cada jogo custará cerca de R$ 30 e, os mais antigos, sairão por R$ 10.”

Apesar de gostar bastante da idéia, acho que R$600,00 não é um preço muito legal para um video-game nacional competir com um, por exemplo PS2, que pode ser comprado por menos de R$500,00 e possuí uma gama gigantesca de jogos (Seja comprando a versão pirata por R$10,00 ou baixando) a disposição do usuário.

Mas boa sorte para a Tectoy

Dica de Vinícius Frank Andrade via Orkut
Veja a notícia original.

Eu sabia que em algum lugar do mundo, alguém já teria feito isso, só era questão de tempo até eu achar.

O fotografo americano(e possivelmente nerd) Paull Mutton juntou duas das coisas mais belas, complexas e necessárias para a vida do homem moderno: O Computador e as Mulheres, e resolveu fazer um ensaio sensual chamado GeekPr0n, que logicamente pode ser conferido em seu fotolog nessa e nessa página.

Agora eu imagino alguém olhando por cima da cabeça do nerd no momento que ele olha essas fotos, o cara vem e exclama: “Caramba!!! Que máquina!!!” E o nerd: “É….Dual Core!!!”

Acho que esse foi o melhor jeito de ver umas cocotas jeitosas e ainda manter a temática do blog \o/


Estudante processa prefeitura por não ter beijado ninguém em micareta

“Revoltado por não ter conseguido beijar ninguém em um carnaval fora de época promovido pela Prefeitura de Guararapes do Norte (230 km de Rio Branco – Acre) no último mês de maio, o estudante universitário J. C. A. ajuizou uma ação judicial bastante inusitada. Ele foi à Justiça pedir indenização porque “zerou” na micareta.

[…]

Em sua contestação, a Prefeitura de Guararapes do Norte ponderou tratar-se de “demanda inédita, sem qualquer presunção legal possível”, porque não caberia a ela qualquer responsabilidade no sentido de “aliciar membros da festividade para a prática de atos lascivos, tanto mais por se tratar de comemoração de caráter familiar, na qual, se houve casos de envolvimento sexual entre os integrantes, estes ocorreram nas penumbras das ladeiras e nas encostas de casarões abandonados, quando não dentro dos mesmos, mas sempre às escondidas”.”

Não sei se o pior é o gordo nerd noob estudante não ter conseguido pegar ninguém numa porcaria de uma micareta (festa onde é agarrar e beijar, não tem segredo, a mulherada fica bêbada porra ¬¬”) ou a prefeitura tentando pagar uma de boazinha falando que era uma “Micareta de Familia”…

Micareta de Familia? Ahhh vai pra pqp… festa de familia meu ovo… hahahahaha.

Agora, imagina se essa moda pega? O que ia dar de prejuízo pra organizador de show de Heavy Metal, hehehe.

Outra dica do Morandin por msn.

Nesse vídeo totalmente geek, veja como seria se a Matrix rodasse em Windows.


http://www.megavideo.com/?v=HQG924WM

Obs: Necessário ter gastado algum tempo da sua vida usando o sistema Windows.

Vi no Brogui.