Finalmente, depois de realmente muito, muito tempo, volto das cinzas para terminar o que prometi. A ultima postagem na serie de três com supergroups que surgiram recentemente.

O último supergroup é o Them Crooked Vultures, um pouco diferente dos outros que postei e do tipo de música que eu costumo ouvir, tendo um som mais puxado, na minha opinião, pro rock alternativo/indie. São poucas as bandas desse gênero que eu gosto, e essa é uma delas. Mas vamos ao que interessa, se é um Supergroup quem é que participa da banda? Lá vamos nós.


Dave Grohl – Ex-Nirvana e fundador do Foo Fighters, no Vultures ele volta a assumir as baquetas como era no Nirvana e faz um grande trabalho. Eu pensei que ele seria também vocalista da banda mas infelizmente (pra mim) ele canta apenas nos backing vocals. Com ele e o próximo membro, a cozinha da banda já estava garantida.

John Paul Jones – Ex-baixista do lendário Led Zeppelin, John mostra que ainda é cheio do groove e complementa o Dave na seção ritimica, deixando as músicas com ritimo e personalidade.

Josh Homme – Olha, eu não vou mentir pra vocês, quando vi que o guitarrista e vocalista do Vultures era o guitarrista/vocalista do Queens of the Stone Age eu torci o nariz. Eu já conhecia um pouco de QOTSA e não gostava. Fiquei com medo que de alguma forma o som da banda fosse igual um segundo QOTSA… Mas quando as músicas foram colocadas no Youtube para o público ouvir, eu fui conferir… E me surpreendi. Muitas das músicas tem riffs criativos e com muita personalidade. Ainda acho a voz dele chata e preferia que o Grohl fosse vocalista, mas como a parte instrumental da banda ficou muito bem feita, pra mim é fácil ignorar um vocal que eu não gosto muito e aproveitar a música como um todo. Foi, realmente, uma grata surpresa ver os riffs que o Josh tinha escondido na manga.

O álbum de estreia é homônimo e foi lançado em novembro de 2009 e possui no total 13 faixas. O gênero desta banda é mais complicado do que das outras que eu postei, dá pra perceber na música influencia dos três membros da banda, algumas músicas soando mais indie, outra soando mais como um rock clássico, na maioria delas, no entanto, é uma mistura bem divertida e com personalidade, regada com bons riffs, refrões cativantes e um pouco de groove.

1. Nobody Loves Me & Neither Do I
2. Mind Eraser, No Chaser
3. New Fang
4. Dead End Friends
5. Elephants
6. Scumbag Blues
7. Bandoliers
8. Reptiles
9. Interlude With Ludes
10. Warsaw Or The First Breath You Take After You Give Up
11. Caligulove
12. Gunman
13. Spinning In Daffodils

Comentários