Contribuição de Fabrício Prior.

Campinas recebeu no domingo, dia 19, a 20ª edição do Mega Campinas Anime Fest, reunindo fãs da cultura pop e geek, bem como Youtuber e até artistas internacionais!

Entre as atrações nacionais estiveram presentes as dubladoras Luisa Palomanes (Hermione e Docinho) e Cecília Lemes (Chiquinha). O evento recebeu também a participação do biólogo e
apresentador Richard Rasmussen e o editor de vídeo mais querido da internet Anderson Gaveta (Canal Gaveta e Jovem Nerd, do YouTube).

Como convidado especial internacional o evento recebeu o ator e compositor Drake Bell, um dos protagonista da aclamada série e de filmes, Drake & Josh. Em sua participação ele cantou e
tocou e recebeu com muito carinhos os fãs brasileiros presentes no evento.

Entre outras atrações do evento estavam diversos autores de fantasia e ilustradores, competições de games, como: LOL e Street Fighter; Card e Board Games e até um mini museu apresentando a história dos vídeo games.

No palco principal muitas atrações divertiram quem visitou o evento, entre elas apresentações de coreografias de bandas KPOP aclamadas pela galera e o desfile de Cosplayers caprichados dos personagens favoritos dos amantes de cultura pop e geek.

Que venha o Mega CAF 2019!

Quando alguém pergunta como é a Comic Con Experience é difícil dar uma resposta satisfatória. Caso esse pessoa seja assídua na cultura pop, a primeira comparação que pode ser feita é com a Brasil Game Show, que tem um porte aproximado e mexe praticamente com apenas um dos galhos dessa árvore nerd. Comparar esse evento com qualquer outro do circuito de animes, como Anime Friends, é uma ofensa imensa, já que o nível das atrações e do alcance dos eventos é bem superior. O evento fez história e se consolidou no país, acredito que daqui para fremte será uma tradição a ser levada. Eles aprenderam muito com o passado, vários erros foram corrigidos, mas ainda há muito o que fazer pela frente. Essas foram as nossas impressões da Comic Con Experience 2015.

comic con experience 2015 ccxp review como foi deadpool

Continue lendo

Nada melhor pra começar essa longa resenha com um parabéns, vocês conseguiram! Foi caro, foi cansativo, mas foi divertido e valeu muita e pena. Graças ao convite da assessoria de impressa, tive a chance de conferir o evento na quinta-feira dia 4 e no sábado dia 6, e acredito que ir nos dias que julguei com a menor e a maior lotação me fez notar a diferença de público e de atrações e perceber que há conteúdo e audiência para quatro ou até mesmo mais dias de evento, mas agora vamos lá porque o assunto é longo!

comic con experience zona nerd vinicius perlato
Continue lendo

Vou confessar que nunca frequentei muito teatros, e sinceramente não sei porque. Talvez por conta do preço (se bem que hoje em dia, muitas peças saem mais barato que cinemas), talvez pela divulgação precária das boas peças, ou talvez mesmo pela falta de explosões, mas isso não tira (talvez tire só um pouco vai) o crédito da minha avaliação em dizer que O Rei Leão – O Musical é outro nível de teatro!

rei leao musical zona nerd 1

A peça musical de The Lion King foi concebida em 1997, pela cineasta americana Julie Taymor, sendo que está em cartaz até hoje na Broadway. Durante esses anos, vários países lançaram suas próprias versões do espetáculo, sempre utilizando atores nacionais, com exceção algumas vezes do personagem do Rafiki. Em março de 2013 chegou a vez do Brasil entrar nessa onda também, e desde então ela vem sendo magistralmente encenada no Teatro Renault, em São Paulo.

Tive a chance de conferir, o que vou deixar de chamar de peça e começar a chamar de show, em maio desse ano, e desde então não me organizei para descrever como foi essa ótima experiência, mas quando vi o aviso de “Últimas Semanas” em um e-mail da Tickets for Fun, vi que a hora tinha que ser essa.
Continue lendo

Como sempre, tudo muito bem organizado e distribuído, tudo tinha seus espaço: os games, o palco, as banquinhas de produtos e a área livre pra deitar e rolar na grama.

O ponto alto do meu dia foi ter a chance de conhecer o dublador Fábio Lucindo, famoso por personagens como Ash e Kuririn. A palestra mesmo dado por ele foi bem curiosa, onde contou um pouco de sua carreira, ensinou os primeiro passos para quem quer ser dublador, e contou uma curiosidade bem bacana da dublagem de pokémon que eu não sabia.

fabio lucindo perlato zona nerd

No começo da dublagem do anime, os diretores cogitaram traduzir o nome dos pokémons, mas logo abandonaram e ideia, pelo trabalho que ia dar de fazer a redubalgem, e de toda a comunicação visual do Pokémon, mas Lucindo chegou a lembrar alguns dos nomes cogitados, que foram “Pombootto” e “Borbolivre”, consegue imaginar quais seriam esses?

Todas as oficinas e salas de atividades estavam bem cheias, coisa que me alegra muito em ver, já que o que se precisa nesses eventos são atividades diferentes, motivos legal para sair de casa num domingo para ver os otakus freaks.

Não consegui aproveitar tanto o evento como gostaria, mas com certeza dá para se perceber que a Avalon sempre faz um bom trabalho, não só em Campinas, mas como em toda a região.