Numa tarde no inicio dos anos 90, o pequeno Wesley Louis se entretinha com um lápis e papel enquanto inventava em sua mente sua própria história de heróis animais totalmente inspirada em Thundercats e Tartarugas Ninjas, mas que envolvia um coelho, armaduras e muita pancadaria. Nascia então o fabuloso Super Turbo Atomic Ninja Rabbit!

Depois de mais de 20 anos, Wesley encontrou sua surrada pasta de desenhos e reviveu essa sua antiga paixão. Munido de talento, determinação e um grupo de amigos fiéis, eles produziram juntos o que seria a abertura de sua série animada, com direito a efeito de desgaste de VHS, assim como manda o figurino de uma série de sucesso do Sábado Animado.

Se quiser saber mais sobre esse processo de criação, acesse o blog do artista, mas agora se prepare para assistir o resultado e se emocionar.

Aonde eu jogo meu dinheiro para essa série acontecer?

Como pouca gente teria paciência de assistir a abertura de Pokémon (por mais emocionante que ela seja) 32 vezes, um grupo de artistas e animadores se juntou para fazer uma mais insana e divertida abertura de todas que você já viu, sendo que cada um deles animou na média 1875 milésimos do vídeo.

Caso seja nostálgico ou dubleiro que eu, você pode colocar o vídeo no mudo e dar play na música original logo abaixo.

Não tem como escolher parte favorita.

Há vários curta-metragens com temática de Portal internet afora, mas esse daqui feito por Ryan Connolly realmente vale a pena assistir. Muito bem dirigido, com ótimas atuações, boas cenas de ação e um pouco de humor, fazem valer seus sete minutos.

Eu teria atirado no carro já.

O animador Paul “OtaKing” Johnson passou inúmeras noites e finais de semana de seus quatro últimos anos de sua faculdade criando esse curta-metragem épico de Star Wars, desenhado como se fosse um anime dos anos 80. Com tanto anime bizarro da Marvel que a Mad House está lançando, esse é um que ela deveria dar atenção. Veja abaixo:

Faltou uma porradaria de sabre de luz hein? Combinaria perfeitamente com o estilo!

Em um mundo moderno de releituras cada vez mais sombrias, demorou para lançarem um curta-metragem de respeito sobre os grandes guerreiros coloridos da Alameda dos Anjos. O curta a seguir, produzido por Adi Shankar e dirigido por Joseph Kahn (“Fúria em Duas Rodas”), conta a história que depois do Império Máquina, um dos primeiros inimigos do planeta Terra, se juntarem a sociedade humana, os antigos Power Rangers, que lutaram contra ele, estão sendo caçados e mortos.

James Van Der Beek (“Dawson’s Creek”) interpreta Rocky, o ex-Ranger Vermelho substituto que interroga Kimberly, interpretada por Katee Sackhoff (“Battlestar Galactica”) tentando tirar informações do paradeiro de Tommy, o antigo Ranger Verde, enquanto relembra o destino de cada de seus antigos companheiros de equipe.

Contém cenas de violência e nudez (valeu!), assista agora!

Ao que parece esse curta não tem nada a ver com a produção do reboot dos Power Rangers que está sendo feita pela Liongate e que tem data de estreia marcada para 22 de julho de 2016, mas mesmo assim, é um material bem interessante.