Mesmo nunca sendo fã dessa franquia, ainda mais levando em conta que assisti somente alguns episódios na minha infância e que lembro de literalmente meia dúzia deles, ainda resolvi tecer alguns comentários sobre o filme Os Cavaleiros do Zodíaco: A Lenda do Santuário, não porque estou explodindo de opiniões ou porque quero ou não recomendar o filme, mas sim porque tenho medo do que possa acontecer com o vindouro filme dos meus amados Power Rangers.

resenha cavaleiros zodiaco lenda santuario 1

Desde o primeiro trailer até o final do filme eu constatei que ele é, de fato, um completo orgasmo visual! Toda a estética das armaduras, da transformação, dos brilhos, das lutas, dos poderes, dos inimigos, de tudo, é surpreendente! A forma como as máscaras fecham no rosto dos guerreiros, ou como suas armaduras brilham e mudam de acordo com o golpe revela uma “magia tecnológica” que combina perfeitamente com a mitologia da série. Tomara que nesse aspecto, o novo filme dos Power Rangers chegue aos pés dos Defensores de Athena.
Continue lendo

Vou confessar que nunca frequentei muito teatros, e sinceramente não sei porque. Talvez por conta do preço (se bem que hoje em dia, muitas peças saem mais barato que cinemas), talvez pela divulgação precária das boas peças, ou talvez mesmo pela falta de explosões, mas isso não tira (talvez tire só um pouco vai) o crédito da minha avaliação em dizer que O Rei Leão – O Musical é outro nível de teatro!

rei leao musical zona nerd 1

A peça musical de The Lion King foi concebida em 1997, pela cineasta americana Julie Taymor, sendo que está em cartaz até hoje na Broadway. Durante esses anos, vários países lançaram suas próprias versões do espetáculo, sempre utilizando atores nacionais, com exceção algumas vezes do personagem do Rafiki. Em março de 2013 chegou a vez do Brasil entrar nessa onda também, e desde então ela vem sendo magistralmente encenada no Teatro Renault, em São Paulo.

Tive a chance de conferir, o que vou deixar de chamar de peça e começar a chamar de show, em maio desse ano, e desde então não me organizei para descrever como foi essa ótima experiência, mas quando vi o aviso de “Últimas Semanas” em um e-mail da Tickets for Fun, vi que a hora tinha que ser essa.
Continue lendo

Havia tempo em que eu não aguardava tão ansioso por um final de série, seja porque eu estava realmente curioso com o destino dos personagens ou simplesmente porque não aguentava mais toda a enrolação da última temporada. Mas por bem ou por mal, essa jornada acabou, e agora vamos passar o resto da vida dando pitacos sobre isso.

how i met your mother finale 1

Antes de tudo, só gostaria de deixar claro por antecipação que, eu gostei do final de How I Met Your Mother. Achei incrível como, depois de você já receber de bandeja todas as informações sobre o futuro dos personagens, ainda é surpreendido! O que vou fazer nos próximos parágrafos é somente dizer o porque de eu ter gostado, além de começar uma discussão sadia sobre o final dessa saga. Claro que o texto terá uma quantidade violenta de spoilers, então leia apenas se você já terminou de ver a série.
Continue lendo

Como pode imaginar, não tenho tanto conteúdo para mais do que duas colunas sobre animes, então já chegamos a segunda e última parte desse assunto. Não estranhem se não encontrarem animes populares como Naruto, One Piece e Cavaleiros do Zodíaco, é que esses raramente me chamam a atenção, vejo um episódio ou outro, mas sinta-se livres para comentar deles e de qualquer outro nos comentários. Vamos lá!

Yu Yu Hakusho
Vou começar com um dos primeiros animes que tive contato, na saudosa TV Machente em 1994. Nesse época, era difícil acha uma animação madura e que tratasse de temas sombrios, é aí que Yu Yu Hakusho triunfa sobrenaturalmente! Assuntos de morte, espírito, demônio e inferno eram abordados comumente na série, que ainda trazia grandes cenas de lutas e conflitos totalmente diferentes a cada temporada. E não é só isso trapizomba! Yu Yu Hakusho teve uma das melhores dublagens da época, e referência até hoje no quesito adaptação e humor, sempre usando de ditados e gírias nacionais – Todas as abertura.
Continue lendo