Com a ideia de mostrar que o sistema de logística e entregas da holandesa TNT Express é feita por pessoas preocupadas em atender bem seus clientes, a companhia lançou seu novo posicionamento dizendo “The People Network”, juntamente com uma comercial levemente bizarro, assinado agência Etcetera/DDB, veja abaixo!

O resultado ficou bem legal, mas sabe que o vídeo me lembrou um pouco do Exterminador Indiano.

Comercial criativo e divertido da Etiquetadora Brother, criado pela agência francesa Rosapark, mostrando o porque de ser organizado (e seguro) colocar etiqueta em tudo.

Segurança no circo em primeiro lugar.

Para quem não sabe, o Old Spice é um desodorante muito famoso nos EUA, mas talvez nem tanto por sua qualidade, mas sim pelos seus comerciais non-sense estrelados por ninguém menos que Terry “Você derramou $0,17 de leite” Crews, os quais você já deve ter trombado pelas viagens na net, mas caso não, segue um link maroto.

Há três meses, quando a fabricante resolveu trazer o Old Spice para o Brasil, a dúvida sobre a pegada dos comerciais ficou em aberto, mas quando o primeiro comercial foi ao ar, vimos que era realmente diferente, mas nada perto dos comerciais americanos.

Foi aí que a P&G se rendeu e resolveu finalmente trazer sua estrela brilhante de óleo para as terras verdes e amarelas, confira:

Fiquei esperando algo como po po po po po po poder!

A fim de lançar sua nova porção de néctar divino na Alemanha, a Coca-Cola espalhou por Berlim esses mini-quiosques que você vê abaixo, que além de venderem mini-coisas, tinham uma mini-máquina de refrigerante do lado. Mini-confere aí:

coca-cola-mini-quiosque

Vou pagar com mini-dinheiro de Banco Imobiliário.

O lag com certeza é uma das piores coisas que pode acontecer com o gamer online, logo seguido de moleques berrando no chat de voz. Pra mostrar o quanto isso pode te prejudicar, a empresa Umea Energi, a provedora de banda larga na Suécia, criou um peculiar experimento.

Utilizando de um Oculus Rift, uma webcam, microfones e fone de ouvido, eles equiparam uma pessoa a fim de simular o lag, que poderia variar de 0,3 segundos até 3 segundos, no cotidiano da vida real. Veja!

Daria pra viver com o lag das empresas brasileiras?