Acabado o período de open beta do mais novo jogo da Blizzard, posso finalmente utilizar meu tempo (e meus dedos) para fazer outra coisa. Nada mais justo do que escrever minhas primeiras impressões do jogo!

overwatch herois review vale a pena

Tentarei ser sucinto em cada um dos aspectos que julguei mais importante, mas preciso dizer primeiramente que o sucesso de um jogo da Blizzard é sempre meio que esperado, mas como seus últimos lançamentos foram nos gêneros de Moba e RTS, formas que eu não me dou muito bem, acabei parando de acompanhar a empresa. Voltei a jogar um pouco na época do Diablo 3, mas logo depois que terminei o jogo me voltei para outros games. De qualquer forma, reconheço que a empresa sabe como elevar um jogo e realmente dá a atenção merecida, tanto o suporte online necessário quanto o marketing na vida real.

Continue lendo

Heróis e Anônimos narra de maneira quase confessional a história de Fernando, um jovem que decidiu viver intensamente cercado por amigos, cerveja e muita música.

herois e anonimosCapa do Livro Heróis e Anônimos

Heróis e Anônimos (Editora Multifoco, 232 páginas) retrata em primeira pessoa, a história de um jovem apaixonado por cada detalhe da vida. O livro de estreia do designer Felipe Andarilho é repleto de referências culturais que marcaram época e cada fase da vida do herói anônimo Fernando.

Continue lendo

Mesmo nunca sendo fã dessa franquia, ainda mais levando em conta que assisti somente alguns episódios na minha infância e que lembro de literalmente meia dúzia deles, ainda resolvi tecer alguns comentários sobre o filme Os Cavaleiros do Zodíaco: A Lenda do Santuário, não porque estou explodindo de opiniões ou porque quero ou não recomendar o filme, mas sim porque tenho medo do que possa acontecer com o vindouro filme dos meus amados Power Rangers.

resenha cavaleiros zodiaco lenda santuario 1

Desde o primeiro trailer até o final do filme eu constatei que ele é, de fato, um completo orgasmo visual! Toda a estética das armaduras, da transformação, dos brilhos, das lutas, dos poderes, dos inimigos, de tudo, é surpreendente! A forma como as máscaras fecham no rosto dos guerreiros, ou como suas armaduras brilham e mudam de acordo com o golpe revela uma “magia tecnológica” que combina perfeitamente com a mitologia da série. Tomara que nesse aspecto, o novo filme dos Power Rangers chegue aos pés dos Defensores de Athena.
Continue lendo