Em comemoração do Dia do Rock e ainda na vibe de Harry Potter, trago até vocês um vídeo que junta perfeitamente esses dois assuntos. Em comemoração ao fim da saga, o guitarrista americano Ryan Pino gravou o tema do filme em um ótimo estilo medley com algumas cenas da franquia. Vale a pena ver.

Não sei se todo mundo sabe, mas hoje, dia 13/07 é o Dia Mundial do Rock! Então eu resolvi fazer esta coluninha especial com 60 vídeospra comemorar a data ao som de muito rock!

O objetivo dessa coluna é oferecer aos leitores uma playlist do gênero, pra isso eu vou evitar as músicas mais “carne de vaca”. Ou seja, nessa coluna você não vai encontrar Smoke On The Water, Stairway to Heaven e Rock and Roll All Nite, por exemplo.
Continue lendo

Se já não bastasse termos sido presenteados com essa ótima série que tem uma poderosa abertura digna das que nunca se pula quando se assiste um episódio novo, podemos ver uma arrepiante versão do metal e uma belíssima versão em violino da música. Se não fosse suficiente, um cineasta filipino resolveu juntar as duas para formar uma versão definitiva:

Dica do Thiago Caetano.

De paródias a internet tá cheia, poucas delas tão divertidas, envolventes e bem produzidas com a Marcos Castro. Confira abaixo sua versão gamer de Fico Assim Sem Você da Adriana Calcanhotto.

Não poderia perder a chance de divulgar o vídeo do GeekaHolic que recebi por email mês passado. Não tão bem produzido, mas muito bem escrita a versão RPGista da mesma música.

Depois de muito tempo, estou de volta com a segunda coluna da série de 3 sobre Supergroups, que ficou prometido na coluna anterior, sobre o Chickenfoot. Agora é a vez de Black Country Communion, outra banda que reúne nomes de peso do cenário musical. Os integrantes do Black Country são:

Glenn Hughes: Pra já começar apelando, Glenn Hughes é um dos maiores nomes do rock quando o assunto é baixo. Já tocou no Deep Purple e no Black Sabbath, além do Trapeze uma banda menos conhecida porém igualmente foda, recomendo também. No BCC além de tocar baixo (fantasticamente, o riff de baixo na primeira música já é pra cair o queixo) Hughes ainda mostra que canta pra caramba, sendo o vocalista principal das faixas de 1 até 5, 7, 8, 9 e 12.

Continue lendo