A Finlândia é um país que sabe como fazer as coisas. Num lugar onde o heavy metal tem participação constante na música, com várias bandas famosas como Stratovarius e Nightwish, o mínimo que você pode esperar é que eles saibam como educar as crianças desde cedo. Enquanto aqui os pequenos ficam vendo Xuxa e ouvindo Fresno e afins, agora nas terras nórdicas eles crescem escutando Hevisaurus!

Continue lendo

Parte 1 | Parte 2 | Parte 3

Como assim? Você não sabe o que o Papo Strix? Tudo bem, nem nós ao certo. O que sabemos é que é um programa de rádio online que trata dos mais diversos temas do universo nerd: quadrinhos, mangás, filmes, series, televisão tudo de forma bem descontraída sem eira nem beira.

O programa é uma iniciativa da Produtora NDF com o grupo Strix e tem no time do episódios piloto os nerds por enquanto anônimos D1, Pipa, Jc, Picolo (não o namekuseijin), Paulo,  e Perlato (hell yeah!). O piloto do programa Papo Strix estréia hoje a noite, às 20h com reprise na quinta-feira no mesmo horário através do rádio no site da produtora. Já peço de antemão que entrem em contato com o grupo para dar sua opinião e ajudarmos a evoluir e melhorar o programa cada dia mais.

Essa semana eu vou comentar o álbum novo do Van Canto, chamado Tribe Of Force. Apesar de eu curtir o som do Van Canto eu não tava sabendo desse novo álbum, o Perlato que me avisou que ele estava pra sair e pediu pra eu fazer o review, agora com o álbum já em mãos lá vou eu!

Primeiramente, se você já conhece Van Canto vai se sentir em casa, o estilo da banda e sua sonoridade, continua o mesmo. E nem podia mudar, esse é o grande “quê” da banda. Mas, não me entendam mal, ás vezes eu acho que eles podiam dar uma variada. A primeira coisa que me vem nvan-canto_2008a cabeça é que tem CINCO vocalistas lá (1 brasileiro). Porque não variar quem canta em algumas músicas? É sempre o Philip cantando com a Inga nos backvocals… Seria interessante uma rotatividade de vez em quando, se eu fosse eles trabalhava mais nisso…

Quanto ao álbum, a exemplo dos anteriores este álbum também tem alguns “covers”. São eles: Rebellion do Grave Digger e Master Of Puppets do Metallica. Temos também três convidados especiais: Chris Boltendahl (do Grave Digger) participando da Rebellion, Tony Kakko (do Sonata Arctica) naHearted e Victor Smolski (do Rage) na One To Ten. O que eu mais gosto do Van Canto é a sensação de “som cheio” que as músicas passam, como as 5 vozes agem como uma espécie de coral o som fica bem volumoso, principalmente nas introduções e outras passagens. Quando eles imitam instrumentos o que se perde desse “volume” todo, pra mim, se ganha na curiosidade, porque é um timbre Tem até brasileiro na paradadiferente fazendo algo comum, dá uma sensação bem interessante, pra apontar um lado negativo: acho que se os solos fossem feitos como solos vocais e não como solos de “guitarra” o som ficaria melhor e mais autêntico, pelo menos na minha opinião.

No geral o álbum está com músicas bem bacanas que colocam bem aquela sensação de “som cheio” e as vozes como instrumentos que eu havia comentado, mas “Hearted”, “One To Ten” e “Rebellion” ganham o destaque pelos convidados que adicionam uma bela diversidade vocal no som da banda, pra mim expondo melhor o potencial todo da banda e fazendo o que eles deveriam fazer com mais freqüência com os próprios membros.

E é isso ai pessoal, espero que tenham gostado do review, quem curtir o som da banda procure pelos dois álbuns anteriores “Hero” e “A Storm to Come” que também são muito bons. Agora eu vou indo embora, deixo vocês com o setlist do álbum:

1. Lost Forevervan canto tribe of force
2. To Sing a Metal Song
3. One To Ten (Feat Victor Smolski of Rage)
4. I Am Human
5. My Voice
6. Rebellion (Feat Chris Boltendahl of Grave Digger, Cover)
7. Last Night of the Kings
8. The Tribe of Force
9. Water Fire Heaven Earth
10. Master of Puppets (Metallica Cover)
11. Magic Taborea
12. Hearted (Feat Tony Kakko of Sonata Arctica)
13. Frodo’s Dream

Na primeira vez que Leonardo Amaral, o Peixe Aquático, fez uma animação desse tipo, eu fiz a infeliz escolha de não divulga-lo diretamente e sim apenas posta-la numa Zona de Links. Agora que o feito se repetiu, não vou perder tempo em postar outro grande artista encontrado na imensidão que é a internet. Confira a versão animada de Eduardo e Mônica, obviamente do Legião Urbana.

O cara merece 5 estrela só pelo Ken. Se quiser conferir a outra animação, que se trata do épico Faroeste Cabloco, clique aqui.