Todos sabemos que a música da abertura de Game of Thrones é imponente, característica e fodástica, mas perante tal glória é que as vezes esquecemos do valor os outros sons. O sound designer brasileiro Vicenzo Bosa fez o favor de nos lembrar e colocou uns efeitos sonoros bem legais em algumas das localidades da abertura da série do momento. Veja abaixo.

Se passar perto do Highgarden, dá para escutar os gritos.

Quem nunca viu um filme de artes marciais onde parte da trilha sonora fosse vinda de um gayageum? Esse antigo instrumento pode conter 12 ou 21 cordas e foi desenvolvido por volta do século 6 no antigo reino da Coréia. Mesmo sendo tão antigo, isso não impediu a artista Luna Lee de fazer seu próprio arranjo de um dos clássicos do rock, Free Bird do Lynyrd Skynyrd.

Isso me fez lembrar o hang drum também.

Mesmo não fazendo a mínima ideia o que eles falam durante a porradaria em jogos tipo Marvel vs. Capcom, ainda sim são todos efeitos bem característicos. Imagine esses sons durante a cena épica de luta do mais recente sucesso cinematográfico da Marvel.

Eu jogaria isso.

Qualquer um agora pode pode produzir uma música de alto nível, basta girar a manivela da máquina do músico Wintergatan para obter um ótimo resultado.

Sim, eu sei que não são bolinhas no vídeo, mas serviriam também.

Não tenho desenvoltura musical suficiente para comentar sobre os detalhes técnicos ou históricos desse curioso instrumento, quero apenas apresenta-lo ao maior número de pessoas possível. Ouça agora o som mesmerizante do hang drum pelas mãos da artista Yuki Koshimoto.

Conheça também o trabalho do Phelipe Agnelli, um músico de grande talento de minha cidade especializado em bateria, percussão e hang drum.